Soluções e TI

Confira qual a melhor ferramenta de marketing para criação de experiências do cliente

Adobe Experience Cloud explica as diferenças entre as soluções existentes para empresas serem mais competitivas na personalização da jornada do usuário

MDM, DMP, CRM, CDP ou Datalakes? Para quem trabalha com marketing digital a lista de soluções que concentram as informações sobre os consumidores e podem ajudar as empresas a entenderem melhor seus clientes é longa. Então, qual é a mais recente? Qual é a melhor tecnologia para criar experiências digitais personalizadas e mais relevantes para os usuários?   

Para desmistificar as diferenças e ajudar os profissionais a acompanharem as evoluções dos recursos tecnológicos voltados para o marketing digital, o General Director de Enterprise da Adobe para América Latina, Douglas Montalvão, lista as principais dicas abaixo: 

Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM) e MDM 

O CRM representa um dos sistemas mais antigos em termos de gerenciamento dos contatos com os consumidores por possibilitar o armazenamento de informações da equipe de vendas sobre produtos adquiridos, possíveis clientes, entre outras. Porém, está longe de possibilitar o mapeamento da jornada do cliente em canais digitais, fator essencial para a personalização da jornada do consumidor. 

Já o MDM é usado para concentrar informações relevantes sobre os principais pontos de uma empresa, como pessoas, produtos e locais. “Essa solução até pode ser alimentada com informações sobre os clientes, mas não gerenciam dados sobre comportamento e transações dos consumidores. Portanto, é insuficiente para o marketing também”, explica Montalvão. 

Data Management Platforms (DMPs)

Segundo o executivo, as DMPs permitem que o marketing digital trabalhe com as populares ações de retarget, uma vez que a plataforma coleta e mescla informações de cookies de terceiros, formando uma visão anônima do cliente que integra em ferramentas de personalização como servidores de anúncios digitais. 

“Atualmente, o retarget já deixou de ser uma estratégia efetiva para as marcas porque os consumidores demandam cada vez mais jornadas personalizadas e relevantes”, esclarece Montalvão. “Definitivamente, ser ‘perseguido’ por um produto que você pesquisou ou até mesmo já comprou enquanto navegava pela internet não é mais uma experiência relevante para a maioria dos usuários”. 

Data Lakes e Customer Data Platform (CDPs)  

Data Lakes são extremamente necessários para empresas armazenarem, com segurança, uma enorme variedade de dados próprios de diversas fontes, sejam internas ou externas. Portanto, são essenciais não só para o marketing, como também para o TI e outras áreas de negócios. 

A CDP é a tecnologia mais completa que supre a necessidade do mercado a partir de modelos pré-criados e personalizáveis de arquitetura aberta, que economiza tempo e custos para as organizações em comparação ao desenvolvimento destes mesmos componentes em outras plataformas. Porém, a CDP trabalha concomitantemente a outras soluções, otimizando processos e dados e somatizando recursos centrados nos clientes. 

Montalvão destaca que os Data Lakes alimentam as CDPs com insights sobre comportamento do cliente e informações que podem impactar na jornada do consumidor. Veja abaixo um infográfico sobre como uma CDP é capaz de concentrar e acionar dados não só de Data Lakes como de diversas fontes para que o marketing tenha uma visão completa do cliente: 

Adobe Experience Cloud cria CDP própria 

Para ajudar marcas a acompanharem a demanda crescente dos usuários por personalização, a Adobe Experience Cloud criou sua própria CDP baseada em inteligência artificial e machine learning, a Adobe Experience Platform (AEP), que reúne e transforma todos os dados em perfis de cliente consistentes, atualizados em tempo real e que fornece insights para a criação de experiências certas em cada canal.

“A AEP ainda tem funcionalidade de segmentação que apresenta instantaneamente um cruzamento de dados para a entrega de experiências individualizadas para clientes em tempo real, enquanto eles ainda estão interagindo nos canais da marca”, afirma Montalvão. 

O executivo também destaca a heterogenia de todo o ecossistema da Adobe Experience Cloud, que forma um conjunto de softwares integrados e ainda permite a conexão com outras ferramentas que as empresas já usam, ampliando a performance.

A Speedway, rede varejista de combustível e conveniência norteamericana, por exemplo, atingiu um nível alto de personalização nas experiências do cliente com a Adobe Experience Platform. Após 11 meses, a empresa registrou o incremento de US$ 150 milhões na receita anual EBITDA. Somente nas primeiras 4 semanas, a empresa notou que o CTR cresceu quatro vezes mais na comparação com a antiga forma de fazer de marketing. 

Sobre a Adobe  

A Adobe está mudando o mundo por meio de experiências digitais.

Etiquetas
Mostrar mais
Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar