Gestão & Liderança

Autoestima x Negócios: Como a baixa autoestima pode estar te atrapalhando a empreender?

Você sente que sua autoestima está baixa? Isso pode estar te atrapalhando em seus negócios! Meu convite é para que nesta leitura, você busque dar foco em um olhar para dentro: entenda o que acontece dentro de você para depois cuidar do que você pode fazer para se desenvolver como empresária!

O que você vai descobrir neste artigo:
1 – O que é autoestima
2 – 4 principais sinais que de sua autoestima está baixa
3 – Por que sua autoestima está baixa
4 – O que você precisa fazer para aumentar sua autoestima para vencer em seu negócio
5 – 13 atitudes que você precisa tomar para fortalecer sua autoestima e facilitar esse momento de transformação

Primeiramente, precisamos contextualizar “Autoestima”: Autoestima nada mais é do que a sua opinião sobre o que os outros pensam sobre você! Parece complicado, mas é bem simples! É como você se representa diante de si e dos outros, a sua visão e de como os outros te veem.

Depois, vamos mapear os 4 principais sinais que de sua autoestima está baixa:

1 – Comparação: É a velha história que o quintal do vizinho é mais verde… Sua amiga, parceira de negócios ou concorrentes sempre fazem tudo… e VOCÊ acha que não consegue fazer nada, nem parecido… Sempre enxerga o pior de todas as situações. “O meu” é sempre pior…

2 – Medo de Julgamento: Você se blinda, se protege, arranja desculpas, foge… Deixa de dar passos importantes em direção ao desenvolvimento do seu negócio, tudo porque tem medo de ser julgado por alguém, seja o marido, uma amiga, sua mãe, sua filha ou até por você mesma… Medo do que eles podem dizer e daí se desmotivar ainda mais… O pior é tudo é que isso te paralisa e você, por medo, muitas vezes nem tenta!

3 – Autocrítica Exacerbada: Juntando a comparação e o medo, você fatalmente vai se criticar com dureza e severidade. Crítica essa que te machuca, te magoa, alimentando sentimentos de tristeza, descontentamento, incapacidade, somente reforçando a sensação de que novamente não dará certo! Sem confiança, os pensamentos negativos e autodestrutivos, como o “eu não consigo fazer nada direito”, duvidando do seu potencial de realização, ganham espaço e o estímulo necessário para mudar hábitos e incorporar uma rotina de trabalho eficiente fica praticamente impraticável.

4 – Sentir-se Vítima: Focar nas referências do passado, olhar para trás o tempo inteiro, acreditando que a culpa é do outro por você estar na situação que está (do marido não te apoia, que ninguém te entende, do filho te boicota…). É mais fácil ser triste, ser frágil, reclamar, protelar… É muito dependente da opinião dos outros. Tende a remoer sentimentos negativos por muito tempo e tem pensamentos do tipo “Talvez assim eu receba um pouco do amor e atenção que mereço”, pois quer chamar atenção para si.

Essa baixa autoestima pode te levar a um caminho de autodestruição. Inclusive, isso pode virar doença. Quem tem baixa autoestima geralmente tem o foco no passado (Depressão) ou o foco no presente (Ansiedade).

Baixa autoestima não é a simples falta de se cuidar ou a simples falta de amor próprio! Mas, sim, falta de “um grande porquê”! De algo que realmente vai fazer você levantar da cama todos os dias para conquistar! Procure esse motivo dentro de você! É lá que encontrará todas as respostas. Muitas pessoas têm problemas de conexão maior com o mundo externo ao invés de focar com o interno.

Atualmente, ouvimos frequentemente os meios de comunicação falarem sobre a autoestima ligada a diversos temas como boa forma e beleza, cuidados com a saúde, autoajuda e carreira, sempre associando este conceito à boa qualidade de vida e conquista da felicidade. Entretanto, a boa autoestima realmente se revela quando está sustentada por três fatores fundamentais: autoconhecimento, autoconfiança e autorrespeito. Quando a pessoa se conhece, se respeita e se valoriza, fica mais fácil a compreensão de si mesma, de suas necessidades e capacidades. Uma pessoa com boa autoestima tem mais condições de vencer desafios ou dificuldades, prevenir autossabotagens, evitar recaídas e enfrentar as adversidades com menos prejuízos. Cuidar do seu interno (pensamentos e sentimentos) é fundamental para aumentar o bem-estar e poder seguir adiante conquistando tudo aquilo que você quer com seu negócio. Feito isso, consequentemente, aumentada sua autoestima, você conseguirá lidar melhor com desafios, inclusive o de vencer em sua empreitada do negócio próprio.

Agora para virar a chave, desenvolva seu potencial e ganhe força de vontade para fazer o que você precisa para vencer em seu negócio!

Melhore a Comunicação! Como está sua Comunicação? (verbal e não verbal; interna e externa). O que você vem comunicando sobre sua capacidade empreendedora? E sobre você? “É difícil!”, “Não consigo!”, “Não tenho talento para empreender…!”, “Minha família não me apoia!”, “Eu sou não nasci pra isso!”, “Eu não tenho jeito para isso…”. A partir de nossa comunicação, o que pensamos e sentimos, nossas crenças são geradas e elas produzem os nossos resultados de vida, nosso futuro. Portanto, como tudo começa pela comunicação, devemos cuidar muito das palavras que utilizamos e da forma que nos tratamos! Substitua seu discurso derrotista por “Eu quero!”, “Eu posso!”, “Eu consigo!”, “Eu vou!”, “É fácil!”, “Eu tenho apoio!”. Pense como Executiva, como CEO da sua empresa! Se você pensa como ‘empregada’, viverá como empregada de si mesma! Aceite sua nova posição, valorize-se! Seu pensamento, seu desejo é uma ordem! Ou seja, deseje ser uma empreendedora que realiza, que faz, que acontece, que toma decisões a favor do seu negócio, que é forte, resiliente, mas acima de tudo ressignifique sua relação consigo. Ame-se! E se mostre capaz nessa nova condição.

Entenda: É preciso que se fortaleça a autoestima, pois esse é um elemento fundamental no processo de autodesenvolvimento. Quando você se respeita, se valoriza, fica muito mais fácil a compreensão racional e emocional de todo processo de mudança de hábitos, comportamentos e ações. Isso permitirá que você não só parta para a ação, como também torne hábito aquilo que sempre desejou fazer e nunca conseguiu, por falta de paciência, disciplina ou simplesmente por nunca ter pensado que isso fosse possível!

O conhecimento e o autoconhecimento libertam, tornam você mais livre para compreender quem é e o porquê de agir ou não de determinadas maneiras. E sabendo quem é, você pode ser você mesma, viver sua própria vida e não a vida que os outros queria que você viva! Seja mais você!

Agora, muitas vezes, precisamos estar cientes que as transformações são necessárias para que possamos nos tornar uma pessoa diferente para também passar a ter os resultados que sempre quisemos! É insanidade querer ter resultados diferentes, fazendo as mesmas coisas (Albert Einstein). Por isso, aproprie-se das atitudes a seguir, que fortalecem sua autoestima para que facilite esse momento de transformação e com segurança você consiga mudar o que verdadeiramente é necessário.

01 -Tenha foco no presente
02 – Faça meditação
03 – Aprenda a falar não
04 – Imponha limite nas pessoas
05 – Valorize suas qualidades
06 – Evitar relacionamentos destrutivos
07 – Ter pensamentos positivos
08 – Crie projetos para o futuro
09 – Tenha um hobby
10 – Cultive as amizades
11 – Faça planos e ouse sonhar
12 – Tenha um olhar positivo para as críticas alheias
13 – Aprender com os erros.

Agora que você já se encorajou e que já vai começar a praticar essas dicas para se fortalecer e encarar de frente tudo que você precisa para começar a empreender, que tal atuar como Assistente Virtual? Essa é uma das profissões mais promissoras e com maior demanda na atualidade. Além disso, você pode trabalhar de casa ou de qualquer lugar, pois você atua via internet com apenas seu computador ou celular.

Se você deseja ser se destacar na Profissão Assistente Virtual, ser a melhor na sua área de atuação, precisa de um passo a passo eficiente para a estruturação do seu negócio, criando seus produtos e serviços para vender na internet e ao mesmo tempo desenvolver comportamentos adequados para se tornar quem você nunca foi e por isso não teve ainda os resultados que você gostaria! Precisa de fato das duas capacidades andando juntas, mente e prática!

Chegou a hora de você ser protagonista da sua própria história! A hora de agir é agora! Conheça o Imersão PAV imersao.profissaoassistentevirtual.com.br. São aulas com passo a passo para você se tornar uma Assistente Virtual especialista em Marketing Digital, na construção da sua marca, estrutura, negócio, vendas e como conseguir seus clientes e contratos. Por isso te ensinamos a criar, mas entregamos também tudo pronto para você só editar e ter uma estrutura de marketing digital completa e consequentemente um negócio de sucesso! Acima de tudo, nosso treinamento tem um valor justo e acessível a todos!

Então pare de procrastinar e aprenda a ter disciplina, ser organizada e produtiva para ter sucesso na sua nova profissão. Faça agora mesmo a sua inscrição clicando aqui.

Vamos juntas! Nós acreditamos em você!

Vemos você do lado de cá!

(*) Karen Piasentim e Priscila Spina – Mentoras e fundadoras da Agência PAV – Profissão Assistente Virtual

Etiquetas
Mostrar mais
Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar