E-Commerce & Varejo

Como acompanhar a aceleração digital no varejo

Vivemos em um mundo novo. A aceleração digital, que já era realidade, intensificou-se ainda mais neste último ano, o qual trouxe uma grande transformação ao mundo, aos negócios e no varejo.

O varejo é um dos setores que mais sentem o impacto das mudanças. O que antes era feito com experiências físicas, agora é necessário que exista o intermédio do digital.  

Essa dinâmica cara a cara fez com que a receita recuasse 19,1% em março de 2020, segundo dados do IBGE. Porém, em maio do mesmo ano, o crescimento registrado foi de cerca de 13,9%, mesmo estando de forma totalmente online.  

Mas porque isso acontece? É claramente resultado da rápida digitalização. De acordo com a última edição da pesquisa “Transformação Digital no Varejo Brasileiro”, da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo), o investimento em iniciativas de transformação digital cresceu 87% entre os varejistas brasileiros no último ano. O que resultou em um aumento de 74% no faturamento.  

Como digitalizar o varejo  

Para se manter em alta no mercado e no varejo, o ideal é digitalizar. Acompanhar as mudanças e hábitos de consumo do mundo podem representar o primeiro passo dessa jornada. Mesmo assim, muitos gestores ainda têm dúvidas sobre o que isso significa ou o que é o certo a se fazer.  

Um dos pontos mais cruciais é o investimento em TI. Na maior parte dos casos, as melhorias na plataforma de vendas ou até mesmo no software de gestão das lojas são necessárias. Dia vem, dia vai e novas tecnologias chegam para simplificar, agilizar e integrar processos. Por isso, é importante ficar atento. 

É interessante também ter conhecimento do que está no entorno. Isto é, de seus processos, dos seus clientes, das tendências, dos concorrentes e de novas tecnologias que venham a surgir. Assim, o varejista consegue ter uma ampla visão de todas as oportunidades disponíveis para ele e o seu segmento.  

Uma das tendências é a experiência hibrida do cliente. Hoje, muitas empresas estão dando a possibilidade de compra pelo site e retirada na loja e vice e versa. Ela é uma alternativa que tem tudo para dar certo no novo normal e os que utilizam acabam se destacando. Isso porque permite maior liberdade de escolha ao público.   

A digitalização não pode ser pensada somente para a parte das vendas. A etapa de gestão é tão importante quanto e também merece toda atenção. Sem um controle do estoque ou soluções que agilizem a identificação, por exemplo, muito lucro pode ser perdido.  

Nesse cenário, problemas como a não entrega do produto ou recebimento dele com defeito são erros comuns que podem facilmente ser evitados com uma boa gestão. Esses feedbacks também devem ser ouvidos para a melhoria constante dos processos. 

Outro ponto que merece atenção é a preocupação com os colaboradores da companhia. Sendo assim, não há como tudo funcionar sem uma boa gestão de pessoas. Principalmente nesse momento, que ela precisa ter o intermédio da rede, o investimento em digitalização se mostra fundamental mais uma vez. 

Quando falamos em varejo digital não podemos deixar de citar os sites, as redes sociais e os marketplaces. Algumas das redes já tem até a sua sessão de e-commerce própria. Ao conhecer o seu público, é possível usá-las da melhor forma.  

Sobre os serviços de entrega, também existe uma infinidade de opções. Dessa forma, você pode contar com os Correios, contatar um serviço de motoboy, uma empresa de logística, entre outros. Basta entender quem é o seu público, onde ele está e o tipo de produto que comercializada.  

Por fim, o grande segredo é saber quais são as tendências, a fim de aproveitar tudo o que tem disponível. O varejo está em constante mudança, assim como o habito do consumidor e, para se manter em alta no mercado, é necessário digitalizar.  

Marcel Farto, CEO da ONCLICKé formado em Sistemas de Informação pela Unesp e possui MBA em Gestão Empresarial pela FGV. O executivo soma 20 anos de experiência no segmento de TI, numa trajetória que mescla empreendedorismo e gestão de negócios. Começou na ONCLICK em 2012 como Diretor de Desenvolvimento, assumindo a presidência em 2014. Antes, foi fundador e CEO da Commit Consulting. 

Etiquetas
Mostrar mais
Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar