CustomerCustomer Experience

Com multicanalidade, Magalu cresce 81% e tem faturamento e lucro recordes no terceiro trimestre

Vendas totais atingem 12,4 bilhões de reais e lucro avança 70% na comparação anual. Empresa gera 884 milhões de reais em caixa operacional

O Magazine Luiza (B3:MGLU3), uma das maiores plataformas digitais do varejo brasileiro, acaba de informar à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) seus resultados financeiros do terceiro trimestre de 2020.

Com a volta da operação multicanal, com a reabertura gradual das mais de 1.200 lojas físicas que operam de forma integrada com o e-commerce, o Magalu registrou o maior faturamento em um único trimestre: 12,4 bilhões de reais, com crescimento de 81% na comparação com o mesmo período de 2019, com lucro de 215,9 milhões e geração de caixa operacional de 884 milhões de reais.

Com isso, o Magalu atinge uma receita consolidada nos nove primeiros meses do ano de 29 bilhões de reais e se consolida como a maior varejista multicanal do Brasil.

“A reabertura das nossas lojas físicas, seguindo todos os protocolos de
segurança, fez com que voltássemos ao nosso modelo original, baseado no poder da multicanalidade”
, diz Frederico Trajano, CEO do Magalu.

Com as operações físicas e digitais integradas, conseguimos a combinação desejado de crescimento exponencial, rentabilidade e capacidade de geração de caixa.”

A operação digital da empresa — formada por site, SuperApp, marketplace, Netshoes, Zattini, Época Cosméticos e Estante Virtual — cresceu 148% e passou a representar 66% do faturamento total da companhia.

O Magalu mantém, dessa forma, a liderança do e-commerce formal brasileiro. As lojas físicas registraram avanço de 18% no trimestre, fazendo com que o Magalu ganhasse 5,4 pontos percentuais de participação de mercado, segundo a GfK — um recorde para a companhia.

O marketplace cresceu 145% e responde por 26% das vendas totais do e-commerce. Os 40.000 sellers presentes na plataforma venderam mais de 2 bilhões de reais nestes três meses. O terceiro trimestre terminou com mais de 1.200 sellers no modelo de cross-docking logístico e cerca de 30% das vendas do 3P coletadas pela Logbee.

Com a reabertura das lojas físicas, o Magalu pôde expandir o sistema Retira Loja para os sellers. Em 240 unidades, os clientes podem retirar produtos oferecidos por sellers e comprados digitalmente.

O SuperApp, por sua vez, atingiu 30 milhões de usuários e o Magalu Pay já ultrapassou a marca de 2 milhões de contas abertas. A logística também foi diferencial. Com Logbee, ship-from-store e a volta do Retira Loja, 40% dos pedidos do e-commerce 1P do Magalu chegam em até 24 horas.

Com a operação novamente completa, entre os meses de julho e setembro, o Magalu registrou um lucro líquido de 215,9 milhões de reais, um avanço de 69,6% na comparação com o mesmo período do ano passado. Entre outros fatores, o aumento do lucro está relacionado à reabertura das lojas físicas e a uma consequente queda expressiva na relação despesa/receita, que atingiu 20,3% — um dos menores patamares históricos da companhia e um dos mais baixos do setor.

O modelo multicanal, mais uma vez, se provou eficiente para a geração de caixa. O Magalu gerou um caixa operacional de 884 milhões de reais no trimestre e de 2,7 bilhões de reais nos últimos 12 meses.

A geração robusta e consistente de caixa tem nos permitido manter o ritmo acelerado de transformação do Magalu em um ecossistema de varejo, que ajude a incluir milhares de outras empresas brasileira na nova economia digital“, afirma Trajano.

No terceiro trimestre, em um intervalo de apenas oito semanas, o Magalu adquiriu oito empresas — Hubsales, Stoq, Canatech, GFL, Sinclog, a ferramenta de mídia da Inloco, o delivery de comida AiQFome e a plataforma de cursos ComSchool.

Cada uma delas contribui com pelo menos um vetor de crescimento definido pelo Magalu: Crescimento Exponencial, Entrega Mais Rápida, SuperApp, Magalu As a Service e Novas Categorias.

SOBRE O MAGALU
O Magalu é o maior ecossistema para comprar e vender no Brasil, uma plataforma digital, com pontos físicos e calor humano.
Desde maio de 2011, a companhia é listada no Novo Mercado da B3. Nos últimos anos, fez diversas aquisições, consolidando sua presença nacional. Além de 1 237 lojas em 18 estados do país, o Magalu conta com mais cinco marcas online: Netshoes, Zattini, Shoestock, Época Cosméticos e Estante Virtual – além de milhares de sellers em seu marketplace e um superaplicativo com 30 milhões de usuários ativos.
Atualmente, o Magalu emprega mais de 40.000 funcionários. Sua política de gestão de pessoas foi reconhecida com diversos prêmios.

Fonte: Assessoria de Imprensa Magalu

Etiquetas
Mostrar mais
Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar