EntrevistasEntrevistasGestão & LiderançaLiderança

Entrevista Exclusiva – A liderança feminina com Soraya Di Fonso

Soraya tem mais de 20 anos no mercado de Tecnologia, focada no setor de marketing e no canal de distribuição de produtos.

Para uma série de entrevistas exclusivas e comemorativas em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, convidamos um grupo muito especial de executivas renomadas para a ação e nos proporcionar suas visões sobre a importância da liderança feminina nas empresas, a importância do Dia da Mulher e o que ele representa. Além de reportarem a realidade em suas áreas sobre a equiparidade nos cargos. A convidada especial de hoje é a

Soraya Di Fonso, gerente nacional de vendas e responsável pelo canal de distribuição da Wacom no Brasil.

Soraya tem mais de 20 anos no mercado de Tecnologia, focada no setor de marketing e no canal de distribuição de produtos. Sua trajetória inclui experiências na Intel, Microsoft, Samsung e AMD, onde implementou o programa de parceiros da marca no país.

“Na minha carreira, já sofri assédio emocional por conta de alcançar metas como a garantia de manter o emprego. Mas não deixei que me afetassem como profissional. Acredito que a melhor resposta é o nosso sucesso. Busco sempre tentar não impor algo, mas sim dividir meu conhecimento e minhas ideias como o melhor plano para alcançar determinados objetivos”, explica a executiva.

Soraya é formada em Comunicação Social com ênfase em Marketing pela Universidade Anhembi Morumbi.

  1. (Euriale Voidela) Na última edição publicada para as melhores empresas para trabalhar, apenas, 10% delas tinham uma executiva com o título de CEO — a expectativa é que essa porcentagem suba neste e nos próximos anos. Analisando ainda os dados publicados pelo estudo, para os cargos gerais de liderança nas 150 melhores empresas, os índices são bem maiores (40%). De qualquer forma, sabemos que estes números são bem diferentes quando analisamos o mercado de forma geral. Desta forma, em sua visão, como visualizar a importância da diversidade e presença feminina das lideranças em seu segmento?

Soraya Di Fonso: Acredito que estes números devem subir sim, principalmente no segmento de ‘Tecnologia‘, que sempre foi predominantemente masculino. As mulheres têm um número maior de oportunidades atualmente e estão se preparando cada vez mais para ocupar cargos executivos. Somos capazes de mostrar que também podemos gerenciar, inspirar, cuidar e amparar. 

  1. (Euriale Voidela) Proporcionar uma experiência ao cliente fantástica e possuir uma cultura centrada no cliente em toda a jornada de relacionamento, cada dia está sendo mais valorizado pelo consumidor, tanto no B2B ou no B2C. No segmento de experiência do cliente, temos grandes referências femininas atualmente no Brasil e esta presença está crescendo a cada dia. Quais as dicas você daria para as mulheres que desejam uma carreira na área?

Soraya Di Fonso: Sempre digo para as mulheres que se interessam por uma carreira na área comercial ou de marketing: se preparem! Tenham em mente algo muito importante quando analisar o consumidor. Também tem que analisar a si mesma, pois somos consumidores e sabemos como gostaríamos de ser tratadas, como preferimos ser alcançadas pelas mensagens das marcas que amamos, e como seria o pós-venda ideal. A mulher possui uma sensibilidade diferenciada, esta ferramenta pode ser muito bem utilizada para entender o comportamento do consumidor.

  1. (Euriale Voidela) Em sua visão, qual é a importância para o “Dia Internacional da Mulher” para o mercado brasileiro.

Soraya Di Fonso: Esta data trata-se de uma celebração de conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos. Atualmente, além do caráter festivo e comemorativo, o Dia Internacional da Mulher ainda continua servindo como conscientização para evitar as desigualdades de gênero em todas as sociedades. É importante celebrar as vitórias que já conquistamos, mas devemos ter em mente que ainda há alguns desafios a serem vencidos em toda a estrutura da sociedade.

  1. (Euriale Voidela) Qual mensagem você gostaria para todos sobre o Dia Internacional da Mulher?

Soraya Di Fonso: O 8 de Março não é apenas uma data de homenagens às mulheres, ela tem raízes históricas profundas e serve como um lembrete de outras mulheres que garantiram que os direitos que temos hoje.

  1. (Euriale Voidela) Em seu segmento, o quão equilibrado é o seu ambiente de trabalho em relação a homens e mulheres? Como foram os desafios em sua carreira e trajetória nesta visão?

Soraya Di Fonso: A área já foi predominantemente masculina, mas hoje já é possível perceber o florescimento da diversidade nos ambientes de trabalho. Atualmente, temos um ambiente quase chegando a 50% de homens e 50% de mulheres. Devemos sempre enxergar o passado e comemorar as conquistas, olhando com esperança para o futuro de resultados ainda melhores.

  1. (Euriale Voidela) Visando as empresas que desejam implantar um modelo eficiente de gestão organizacional voltado igualdade, que conselhos relataria para que possam contribuir para um mercado com oportunidades iguais?

Soraya Di Fonso: Quando se pensa em criatividade, por exemplo, é preciso apostar no diverso. Profissionais diversos em relação à experiência, gênero, perfil e idade, refletindo assim o mercado no qual atuamos para podermos entender melhor as demandas dos consumidores, gerando sempre mais criatividade e inovação.

  1. (Euriale Voidela) Diversos estudos, já comprovaram que a diversidade nos times e conselhos administrativos, possuem resultado direto com o aumento das receitas e resultados da companhia. Diante do cenário e em sua visão, quais são os ganhos e benefícios para as empresas e sociedade, em políticas empresariais de igualdade?

Soraya Di Fonso: Acredito muito no poder de equipes fortes e diversificadas, inspiradas e unidas pelo propósito de alcançar coisas incríveis juntas. Esse modelo de time tem sido um grande sucesso atualmente na Wacom Brasil.

  1. (Euriale Voidela) Em sua área, você teve alguma(as) inspirações femininas durante sua carreira profissional? Quais foram suas grandes inspirações?

Soraya Di Fonso: Sim, tive algumas pessoas que me inspiraram muito. Duas delas são: Paula Belizia, que hoje é VP de marketing no Google, mas já presidiu grandes empresas, como Microsoft e Linkedin; e a CEO Lisa Su da AMD. Ambas me inspiram por sua gentileza, inteligência, bravura e competência.

Etiquetas
Mostrar mais
Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar