Experiência do Colaborador

A importância da Cultura Organizacional e seus impactos

Mapeie o território e abrace a mudança!“Os elementos de uma Cultura Organizacional, refletem em aprendizagens, naturezas, relacionamentos, verdades e ambiente. Para que ela ocorra, é preciso de uma estrutura horizontal, onde os colaboradores possam ter autonomia para tomar decisões próprias.”

Mas afinal, o que é Cultura Organizacional?

Cultura Organizacional é ao mesmo tempo intangível e ainda palpável. Ela está conectada aos valores e o que é importante para as pessoas.

Cultura Organizacional é a soma total das ideologias, princípios, tradições, crenças e valores que pulsam em toda a organização. A Cultura Organizacional é moldada em grande parte pela atitude e decisões da liderança.

Podemos fazer uma analogia da Cultura Organizacional com a nossa família porque a cultura vai conectar as pessoas como uma força coesa e unida, pronta para alcançar qualquer coisa.

Como a Cultura Organizacional pode influenciar nas empresas?

  • Retenção de Talentos: A grande maioria das pessoas ainda preferem trabalhar em um ambiente no qual elas se sintam valorizadas e reconhecidas.
  • Promove coesão entre os colaboradores: As pessoas podem ter crenças, origens e visões diferentes. Quando os colaboradores adotam uma cultura, eles focam nela, não em suas próprias diferenças.
  • As pessoas abraçam a causa: Uma cultura positiva pode agir como combustível para os colaboradores, levando-os a superar a concorrência porque estão convencidos de que seu produto ou serviço é efetivamente superior.
  • Contribuem para a identidade e imagem da sua marca: Colaboradores e Clientes se tornarão os maiores defensores da sua marca e da sua imagem, uma vez que todos estão convencidos que sua empresa vende o melhor produto e serviço.

E quando falamos em Cultura Organizacional, não podemos deixar de falar sobre os mitos e tabus que nela existem:

Mitos: Os mitos representam todas as histórias da empresa. Entretanto, estão baseadas em fofocas.

Tabus: São voltados para as questões proibidas pelas empresas, nem sempre explícitos, mas que estão presentes no dia a dia.

Quem nunca ouviu a famosa frase: Isso sempre foi assim e nunca vai mudar!

Aqui, quero propor algumas reflexões:

  1. O que nós queremos deixar para trás?
  2. O que nós queremos daqui para frente?
  3. Como mudar este mindset e quais comportamentos e atitudes podemos mudar?

E por falar em Cultura Organizacional, ela faz parte do Employer Branding ou mais conhecida como marca empregadora?

A chamada marca empregadora consiste em diferentes estratégias e ferramentas que agregam valor à sua empresa e mostram essas vantagens para o mercado. O objetivo é gerar uma percepção positiva para sua companhia ser considerada um bom lugar para trabalhar. Assim, atrair mais talentos e ter mais facilidade para reter as pessoas.

Qual a importância do Employer Branding?

Uma marca forte e bem consolidada no mercado tem mais chance de atrair talentos a custos baixos.

  • 72% dos recrutadores do mundo acreditam que o Employer Branding é um fator decisivo nas contratações;
  • 38% entendem que a taxa de retenção é a principal métrica para mensurar a força da marca empregadora;
  • 28% da rotatividade de colaboradores foi reduzida nas empresas que adotam essa estratégia.

Tudo isso se reflete em diminuição de custos. Quando você efetiva um processo de recrutamento e seleção mais precisos e alinhado às suas expectativas, há uma chance maior de encontrar o candidato ideal para a vaga.

E como se destacar como uma empresa boa para se trabalhar?

  • Promova um clima interno agradável, onde os colaboradores possam ter voz ativa;
  • Seja uma empresa flexível;
  • Busque parcerias agregadas;
  • Dê oportunidades para quem não tem experiência;
  • Sempre aplique feedbacks aos candidatos que estão participando do processo seletivo;
  • Evite aplicar testes e mais testes em plataformas de ATS;
  • Formate um processo seletivo que não seja engessado;
  • Promova a equidade e diversidade no ambiente de trabalho;
  • Implante programas de inclusão para pessoas com mais de 60 anos, negros, LGBTQIA+, refugiados, imigrantes etc.;
  • Contrate talentos pelas suas competências e Habilidades. Não julgue pela aparência;
  • Tenha um programa de Onboarding bem estruturado e caso ocorra o Offboarding, que seja o mais humanizado possível.

E se tratando de Cultura Organizacional, não podemos deixar de citar o FIT CULTURAL das organizações, afinal é onde o “match” ocorre entre empresa e colaboradores.

O que é Propósito? Grande vontade de realizar ou de alcançar alguma coisa. O que se quer fazer; aquilo que se tem intenção de realizar; resolução. Expressão de prudência: é preciso ter bons propósitos na vida!

O que é Missão? Missão é um encargo, uma incumbência, é uma atividade específica que se confere a alguém para fazer algo, é um compromisso, um dever, um OBJETIVO a executar.

O que é Visão? Visão é como a empresa se vê no futuro. A visão é a organização aspirando algo que objetiva ser alcançado e inspirando stakeholders servirem para constituir a identidade da empresa e apresentar isso para clientes, colaboradores e parceiros.

O que são valores? Valores direcionam o comportamento humano e governam as todas as nossas decisões. São estados emocionais que damos importância e que buscamos vivenciar mesmo que de forma inconscientemente. Nossos valores foram construídos ao longo de nossas vidas, através principalmente dos nossos pais ou das pessoas que nos educaram enquanto pequenos.

Estamos todos a explorar este assunto complexo e ambíguo, porém, isso cria um espaço seguro para a experimentação, a prototipagem e o aprendizado para todos nós!

Dito isso, promova uma marca empregadora para analisar como seus colaboradores se sentem e busque melhorias que realmente sejam capazes de impactar o dia a dia de suas equipes e como as pessoas/clientes enxergam a Cultura Organizacional das suas organizações.

Faz sentido para você?

Até breve!

Etiquetas
Mostrar mais
Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br

Athayde Mendonça

Athayde Mendonça é HEAD de ESG na NSTECH. Foi Gerente de Desenvolvimento Humano & Marketing na Brasil Risk. Possui mais de 21 anos de carreira profissional desenvolvida na Área de Desenvolvimento Humano Organizacional. Formado em Administração de Empresas, Pós Graduado em Recursos Humanos e possui MBA em Gestão de Pessoas. Atualmente está se graduando em Marketing.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar