Transformação Digital

A transformação digital e a evolução do franchising no Brasil

O mundo está cada vez mais online. A tão falada transformação digital mudou o jeito de fazer negócios e, até mesmo, reinventou modelos tradicionais. Este fenômeno está deixando os empreendedores mais conectados e digitalizando empresas para que sejam mais eficazes em seus respectivos segmentos. A pandemia impulsionou este movimento, pois muitas empresas tiveram que se adaptar e otimizar processos para atender uma nova demanda de mercado.

No setor de franchising a transformação digital não foi diferente. Quando falamos em franquias, é comum pensarmos naquelas mais tradicionais, que exigem espaços físicos, como lojas ou quiosques, e que foram, consequentemente, mais afetadas pela restrição do comércio no início da pandemia em 2020. Porém, uma outra modalidade que vem ganhando o setor é o asset-light – estratégia que visa manter uma quantidade reduzida de bens e ativos necessários para funcionar. De forma geral, pode exigir uma estrutura operacional com apenas um computador e um telefone, por exemplo, mas sem abrir mão da atuação ativa e presencial do franqueado e seus colaboradores, tão essencial para as negociações com seus clientes. Essa estrutura mais simples, oferece baixo investimento, flexibilidade e retorno mais rápido em relação às franquias tradicionais.

No geral, este modelo de franquias oferece um formato mais econômico, mas com bons resultados. Operam com uma marca já consolidada e reconhecida no mercado, um sistema definido e testado, além de todo o suporte, treinamento e expertise da franqueadora. Com a aquisição do negócio e o período de incubação, o franqueado tem acesso completo ao software ou serviço oferecido e já pode iniciar as vendas.

O que pode ter sido uma necessidade para algumas pessoas na pandemia, por se encontrarem com uma renda reduzida, para outras pode ser um sonho para mudar de vida, conquistar autonomia profissional e liberdade. Independentemente do motivo, dados mostram que a procura pelo próprio negócio aumentou no ano passado. Um levantamento do Sebrae aponta que a abertura de pequenos negócios no país bateu recorde no ano passado, no qual mais de 3,9 milhões de empreendedores formalizaram micro e pequenas empresas ou se registraram como microempreendedores individuais (MEIs). Foi um crescimento de 19,8% em relação a 2020, quando foram abertos 3,3 milhões de negócios, e em relação a 2018 o aumento chega a 53,9%.

Assim como em diversos setores, o isolamento social movimentou e criou tendências que vieram para ficar, sendo a principal delas o home office e os negócios onlines ou remotos. Neste sentido, as franquias mais acessíveis financeiramente, que tiveram um crescimento expressivo nos últimos anos, se mostraram ótimas opções para iniciar no universo do franchising sem investimentos exorbitantes, mas ainda visando um negócio promissor.

Neste mesmo movimento das franquias asset-light – ou até mesmo híbrido, pois une o digital com a presença ativa do franqueado nas negociações -, o setor de tecnologia também caminha a passos largos. Não dá para negar que o digital veio para ficar. Surgem cada vez mais empresas conectadas e que demandam ferramentas e softwares de gestão que automatizam processos, antes muito tradicionais e manuais, com foco na evolução dos negócios. No segundo trimestre de 2021, o último relatório apresentado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostra que a categoria de Serviços e Outros Negócios, que engloba as franquias de tecnologia, registrou um aumento do faturamento de 28,8%, comparado com 2020. Mas, assim como o setor de tecnologia, podemos encontrar franquias digitais em outras áreas, como marketing e comunicação, viagens, serviço de RH e informática.

No modelo Light da Omie, por exemplo, por se tratar de uma microfranquia híbrida que vende software de gestão na nuvem, o franqueado pode atuar “home-based”, sem a necessidade de espaço para estoque ou assumir custos altos com produtos, mas, no qual prezamos muito pelo contato olho no olho com clientes, contadores e parceiros no dia a dia. Além disso, a microfranquia da Omie visa a capilaridade nacional, priorizando cidades e regiões menores. 

Vale também ressaltar outros benefícios deste modelo. Além do “home-based” e, consequentemente, do baixo investimento, os franqueados conseguem ter uma jornada de trabalho flexível, liberdade, autonomia profissional e qualidade de vida. Claro, que também traz consigo responsabilidades e desafios. É preciso manter o foco, treinar equipe, ter senso de crescimento e se dedicar ao negócio.

Considerando esses pontos, acredito que estamos entrando numa nova era para o setor de franquias. Em alguns anos, será comum vermos modelos em áreas de tecnologia, gestão, inteligência artificial e outros serviços, e até produtos, que não exigiram estruturas físicas. A transformação digital que acompanhamos, ainda mais acelerada pela pandemia, estimula a necessidade de se criarem negócios cada vez mais ágeis e que consigam acompanhar as demandas de um mercado mais dinâmico.

Nós, enquanto parte deste movimento, somos defensores da transformação do empreendedorismo, mais conectado, acessível e inovador, mas claro, sem deixar de lado o contato humano, a presença do franqueado como parceiro de seus clientes, dando todo o suporte necessário. Além disso, também entendemos como um caminho importante para destravar o crescimento econômico, uma vez que o setor é uma porta de entrada para quem deseja empreender e movimentar o mercado.

Etiquetas
Mostrar mais
Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br Consultoria especializada em RFP e Contração de Contact Center e Soluções para Atendimento. | contato@customercentric.com.br

Aurora Suh

Aurora Suh é Chief Revenue Officer da Omie, ERP nativo na nuvem. Também atua como Diretora da Ellevate Network, grupo global de executivas que conecta mulheres líderes e as apoia em seu desenvolvimento e é vice-presidente da ARCAMAIS, organização sem fins lucrativos que utiliza dados e tecnologia para transformar a vida de pessoas que vivem em situação de extrema vulnerabilidade.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar